MUSEU: Inauguração do Samu ficou apenas no discurso; obras seguem no passo de ‘tartaruga’

18 de outubro de 2013
Por

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) em Serra Talhada até agora mais parece uma peça de museu a céu aberto. A construção do equipamento foi iniciada em junho de 2012 e pelo cronograma, deveria ter sido inaugurada em dezembro do ano passado.

Com dez meses de atraso, o Samu pode ser inaugurado em dezembro. Mas já exisitram outras promessas. Inclusive, da atual administração. No dia 21 de agosto, o prefeito Luciano Duque anunciou que tudo estaria pronto em setembro. Neste mesmo dia, técnicos do Samu/Recife vieram até Serra Talhada para fiscalizar a obra e o prefeito ficou empolgado.

“É mais uma vitória da população de Serra Talhada e de toda região”, declarou Duque, confirmando a inauguração para setembro.

O atual secretário de saúde, Luiz Aureliano Carvalho, deu um “chute” quanto ao ato inaugural dilatando o prazo para dezembro. Ele também passou no Processo de Seleção Simplificado (PSS) para médico do Samu.

Mas o cenário não é muito motivador. Atualmente, apenas três operários trabalham na obra colocando a cerâmica no equipamento. Antes, eram seis. No governo, ninguém responde ao certo  o que está ocorrendo com uma obra essencial para região. O investimento é de mais de R$ 700 mil numa operação tripartite.

Por enquanto estão sobrando incertezas para os que fizeram o teste de seleção e aguardam o chamado. Todas as semanas o FAROL recebe mensagens de candidatos pedindo informações sobre a obra.

Quase ninguém fala sobre o assunto, que parece ter virado tabu dentro do governo Luciano Duque. Quando inaugurado, o Samu vai beneficiar cerca de 35 cidades da região com 29 ambulâncias, sendo cinco delas equipadas com Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

A reportagem do FAROL entrou em contato, mas não conseguiu localizar o secretário de Saúde para comentar sobre o atraso da obra. 

 

Tags: , ,

14 Respostas para MUSEU: Inauguração do Samu ficou apenas no discurso; obras seguem no passo de ‘tartaruga’

  1. yessssssssss on 18 de outubro de 2013 às 7:27

    BOM DIA, A SITUAÇÃO REALMENTE ESTÁ CAOTICA, E CASA VEZ FICANDO MAIS PP AS COISAS NAO ESTÃO PASSANDO DO PAPEL, É UMA PENA PENSSOAS DESEMPREGADAS POR QUESTOES POLITICAS E AINDA NO AGUARDO DESSE CHAMADAO.EU FAÇO UM APELO P AS PESSOAS Q TENHAM INFLUENCIAS SOBRE ESSES ORGAOS QUE AGILIZEM….

  2. paulo on 18 de outubro de 2013 às 7:36

    paulo on 10 de outubro de 2013 às 7:13
    Ministério da Saúde
    Gabinete do Ministro
    PORTARIA Nº 1.156, DE 5 DE JUNHO DE 2012

    Destina recursos financeiros para construção, aquisição de materiais e mobiliário e equipamentos de tecnologia da informática e rede ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192), da Central Regional de Sertão (PE).

    O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso das atribuições que lhe conferem os incisos I e II do parágrafo único do art. 87 da Constituição, e considerando a Portaria nº 1.010/GM/MS, de 21 de maio de 2012, que redefine as diretrizes para a implantação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192) e sua Central de Regulação das Urgências, componente da Rede de Atenção às Urgências, resolve:

    Art. 1º Ficam destinados recursos financeiros para construção, aquisição de materiais, mobiliário e equipamentos de rede e tecnologia para a Central de Regulação Médica das Urgências, do (SAMU 192), Regional de Sertão (PE), conforme tabela abaixo:

    Município de repasse População coberta pela Central Construção da Central de Regulação Recurso financeiro para materiais e mobiliários Recurso financeiro para equipamento detecnologia da informática e rede Valor do recurso (parcela única)
    Serra Talhada (PE) 793.194 R$ 150.000,00 R$ 29.128,00 R$ 110.932,21 R$ 290.060,21
    Art. 2º O Fundo Nacional de Saúde adotará as medidas necessárias para a transferência, correspondente a parcela única dos valores descritos, para o Fundo Municipal de Saúde de Serra Talhada (PE).

    Art. 3º Fica estabelecido, no anexo a esta Portaria, os Municípios que comporão o território de abrangência da Central de Regulação Médica das Urgências do (SAMU 192), da Regional de Sertão (PE).

    Art. 4º. Os recursos orçamentários, objeto desta Portaria, correrão por conta do orçamento do Ministério da Saúde, devendo onerar o Programa de Trabalho 10.302.2015.8761 – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192).

    Art. 5º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

    ALEXANDRE ROCHA SANTOS PADILHA

    ANEXO

    MUNICIPIOS QUE COMPÕEM O TERRITÓRIO DE ABRANGÊNCIA DA CENTRAL DE REGULAÇÃO MÉDICA DE URGÊNCIAS DO SAMU 192 – REGIONAL DE SERTÃO (PE), NO TOTAL DE 765.092 HABITANTES.

    A verba já foi liberada, aonde estar o dinheiro ou depedende de quê pra inauguração, senhor secretario fale alguma coisa.

    • GUHH on 18 de outubro de 2013 às 9:18

      Pelo amor de Deus! Será mais um escandalo????????

  3. ALINE on 18 de outubro de 2013 às 8:23

    ÔH DEUS TEM MISERICÓRDIA DESSE PREFEITO, PROMETE AS COISAS, E NÃO CUMPRIU NADA ATÉ AGORA , AINDA VEM ESSE SECRETÁRIO NA TEORIA ME PARECEU BOM MAS NA PRATICA …

  4. yessssssssss on 18 de outubro de 2013 às 10:15

    Pessoal da seleção se mobolizem façam valer o direito de vcs.

  5. sutil on 18 de outubro de 2013 às 12:08

    Nunca devemos aceitar nada que não seja fruto de nosso MÉRITO, quando pensamos e agimos diferente, o resultado é sempre esse, o poço. Ficar de mãos atadas é meio complicado, o administrador precisa de liberdade, as amarras são sempre nocivas. Ainda que persista a vontade de libertação, os furos e rombos impedirão a independência e esta pousará cada vez mais distantes da sensação do povo que elege, do povo que espera e quase nunca tem.

  6. Rangel Mourato on 18 de outubro de 2013 às 13:27

    A um mês atraz estive lá e vai que o andamento do trabalho desta obra levaria a crê que sua inauguração levaria pelo menos uns seis meses. Coam a quantidade de serviços estruturais que ainda restava a ser feito e a pouca mão de obra que se tem lá,é visível o tamanho do descaso e falta de interesse dos responsáveis. Enquanto isso a população sofre,como sempre.

  7. Rangel Mourato on 18 de outubro de 2013 às 21:52

    A população de Serra Talhada deveria cobrar dos nossos gestores em relação as obras inacabadas e que são de extrema necessidade para o bom funcionamento da máquina pública. Obras essas como o SAMU,A UPA,A sede do Corpo de Bombeiro e muitas outras de cume municipal, estadual e federal.A População agoniza implorando por uma saúde de qualidade.

  8. MANOEL on 20 de outubro de 2013 às 9:52

    TEMOS QUE LEMBRAR TAMBÉM QUE EXISTEM VARIAS CIDADES DE PERNAMBUCO COM SUAS BASES PRONTAS SEM PODER INICIAR OS ATENDIMENTOS A SEUS MUNÍCIPES. POIS ELAS DEPENDEM DA REGULAÇÃO MEDICA QUE SERÁ REALIZADA PELA REGIONAL SERRA TALHADA, SUAS AMBULÂNCIAS SOMENTE PODERÃO FAZER ATENDIMENTOS COM A LIBERAÇÃO DE SUA REGIONAL SERRA TALHADA. COM ESTE ATRASO NAS OBRAS DA BASE DE SERRA ATRASA TAMBÉM O INÍCIO SERVIÇO EM TODAS AS CIDADES QUE FORMAM ESTA REGIONAL. SEM FALAR QUE COM ESTA DEMORA, TODAS AS PESSOAS QUE FORAM SELECIONADAS JÁ COMEÇAM A FICAR DESCRENTE E ACHAR QUE TODO ESTE PROCESSO SELETIVO, NAO PASSA DE MAIS UMA ILUSÃO É PROMESSA POLITICA EM ÉPOCA DE CAMPANHA, SEM O MINIMO VALOR OU CREDIBILIDADE. CONFIO NA PALAVRA E NOS ATOS DE Dr. LUIZ AURELIANO, NUNCA VI PROMESSA OU PALAVRA DELE DEIXAR DE SER REALIZADA ATE HOJE, ESPERO QUE ELE DEIXE EXPOSTO SEU PONTO DE VISTA E ESCLAREÇA TODA ESTA SITUAÇÃO DEIXANDO ASSIM MAIS ESPERANÇOSOS E CONFIANTES TODOS OS SELECIONADOS PARA ESTA REGIONAL.

  9. Cleyton on 21 de outubro de 2013 às 20:41

    Irei fazer parte desse corpo tão importante para saúde e vidas humanas, a base de onde irei trabalhar já está quase pronta, em término, mas só poderemos começar quando a central de Serra Talhada, enfim for inaugurada. Gostaria de pedir, que alguém aí tivesse uma ideia de como cobrarmos isso do nosso governador, como uma forma de dar aquele empurrãozinho nele, pois ano que vem tem eleições e ele visa o cargo de presidente, então acho que se nos unirmos e procurarmos um meio de cobra-lo isso, essa Central saía, assim como as bases que estão a espera da inauguração da mesma!! Devemos pressionar o governador!!

  10. G. on 22 de outubro de 2013 às 21:49

    Como a prefeitura municipal de Serra Talhada e a imprensa local não tem informações precisas para a data da convocação dos profissionais selecionados, creio que deveríamos entrar em contato com a Secretaria de Saúde de Pernambuco e o Ministério da Saúde para tentar obter alguma informação oficial. Afinal, algumas pessoas estão desempregadas e estão aguardando a inauguração da unidade regulatória do SAMU para começarem a trabalhar. Eu, particularmente, já entrei em contato com esses órgãos. Afinal, o projeto SAMU Serra Talhada foi concretizado através da parceria entre os governos municipal, estadual e federal e creio que um órgão tem que cobrar o outro para a conclusão do mesmo.

  11. Lu on 29 de outubro de 2013 às 20:24

    Muito importante esta reportagem, pois todos nós que passamos neste processo estamos muito ansiosos, e sem nenhuma posição fixa sobre quando a estrutura será finalizada e os profissionais convocados, peço ao Farol para continuar a perguntar sobre este processo a prefeitura do município, pois vários municípios estão sendo prejudicados com esta demora tanto quanto todos que passaram neste processo e precisam exercer suas funções. FAROL procure o secretário e peça um posicionamento.

  12. marcos bezerra de assis on 18 de fevereiro de 2014 às 16:15

    fiz o curso ,gostaria de saber se tem previsão de quendo vai ter inicio os trabalhos.muito obrigado,fiquem todos na paz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *