Leitor Faz a Pauta: O voto elege o seu futuro

20 de outubro de 2011
Por

 Por Eugênio Marinho, engenheiro e empresário

Sempre que vemos a palavra voto, costumamos associá-la a escolha de um candidato dentro de uma disputa política, no entanto, esta palavra tem um sentido bem mais amplo, podendo significar também, um desejo ardente existente dentro de nós mesmos. Tanto numa concepção como em outra o voto, elege o seu futuro. Hoje, gostaria de ressaltar a importância do voto de confiança que devemos dar em nós mesmos, pois ele é fundamental no destino que daremos a nossas vidas.

UM VOTO EM MIM

No começo de tudo, duas palavras estão

Acreditar e Persistir, toda diferença farão

As dificuldades do presente, servirão para lembrar

Que tudo foi possível, por nunca se entregar

 x

Se você imagina, que no seu caso não dar

Há inúmeras histórias, para seu pensamento mudar

Os protagonistas delas, jamais poderiam imaginar

Considerando de onde saíram, onde foram chegar

Quando o obstáculo muito difícil, a você parecer

Peça a Deus com humildade, força para ele vencer

Jamais se deixe levar, pela comodidade de aceitar

Uma realidade ruim, que você pode mudar 

 x

Escolha o caminho do bem, para seus objetivos atingir

Não acredite no caminho fácil, ele vai lhe destruir

Se precisar de assistência, é legítimo buscar

Continuar sempre nela, é seus sonhos condenar  

Tudo que você fizer, de certa forma contribuirá

Para alicerçar a realização, que em sua alma está

Talvez no presente, você não consiga ver

O que no futuro, num retrospecto vai entender

 x

Não permita os outros, sua história escrever

Deus lhe deu a vida, para você a viver

Faça tudo com entusiasmo, viva a perfeição a buscar

Não tenha dúvida, o sucesso você vai alcançar

Pense que temos sempre, a opção de semear

Mas a obrigação de colher, aquilo que plantar

Assim, seja sempre otimista e trabalhe com orgulho

Vote no seu sonho e eleja seu futuro.

Eugênio Marinho emprega 230 funcionários em seus empreendimentos na Capital do Xaxado. Pretende criar uma fundação educacional para atuar na periferia de Serra Talhada.
 E não é pré-candidato em 2012. 
 

11 Respostas para Leitor Faz a Pauta: O voto elege o seu futuro

  1. Marta Apolonio on 21 de outubro de 2011 às 5:58

    Pura demagogia, deveria sim pagar melhor seus funcionarios.
    Olhe pra o seu umbigo companheiro!!!

    • adryana on 21 de outubro de 2011 às 8:58

      enteresante quando chega perto da politica todo mundo que se aparece imagine fazer isso que ele esta prometendo porque ele nao faz um plano de saude para todos os seus funcionario que trabalha com risco de vida diariamente

      • Luciene Santos on 1 de novembro de 2011 às 16:32

        interessante mesmo , sendo que ninguem falou que ele iria se candidatar companheira, acho que você devia se informar melhor antes de comentar algo.E acho que trabalha na empresa dele quem quer e quem não quer.

  2. luiz carlos pereira on 21 de outubro de 2011 às 6:54

    esse cara é super antipatico é uma cara chato,só ta aki pra aparecer,não voto nele

  3. henrique Neto on 21 de outubro de 2011 às 10:24

    Esse empresário vive reclamando da cidade Serra Talhada,vive falando que quer voltar para Recife e de uma hora prá outra, vem com essa preocupação política é de se estranhar. no seu dia a dia aqui em nossa cidade ele não cumprimenta ninguem, por isso acho que essa alma que reza.

  4. Juliane Queiroz on 24 de outubro de 2011 às 17:54

    O Ser humano tem a escolha da mudança e se como muitos falam ele pode ja não ser tão antipatico e se fizer mesmo essa fundação é por que é um cara que mudou e vale apena acreditar

    • Luciene Santos on 1 de novembro de 2011 às 16:37

      Justamente,quando se uma pessoa não gosta do lugar onde habita,procura melhorar,e acho positivo essa proposta que o mesmo fez,acho que você está errado em julgar as pessoas pela aparência.No final ele só quer que o municipio de Serra Talhada,cresça cada vez mais.

  5. Marta Apolonio on 2 de novembro de 2011 às 19:05

    Engracado , so depois de mais de vinte anos residindo na cidade,Segundo relato do mesmo em emissoras de radio e logo depois de se filiar a um partido politico, deve ta querendo aparecer, ,mim engana que eu gosto.

  6. Rosa Mourato on 8 de abril de 2012 às 22:46

    Parabéns Dr. Eugênio. Sucesso, atitude e competencia incomoda muita gente.
    Nós precisamos de:

    De pessoas que tenham os pés na terra e a cabeça nas estrelas. Capazes de sonhar, sem medo dos sonhos.
    Tão idealistas que transformem seus sonhos em metas.
    Pessoas tão práticas que sejam capazes de transformar
    suas metas em realidade.

    Pessoas determinadas que nunca abram mão de construir
    seus destinos e arquitetar suas vidas
    Que não temam mudanças e saibam tirar proveito delas.
    Que tornem seu trabalho objeto de prazer e uma porção
    substancial de realização pessoal.

    Que percebam, na visão e na missão de suas vidas profissionais, de suas dedicações humanistas em prol da humanidade, um forte impulso para sua própria motivação.

    Pessoas com dignidade, que se conduzam com coerência em
    seus discursos, seus atos, suas crenças e seus valores.
    Precisa-se de pessoas que questionem, não pela simples
    contestação, mas pela necessidade íntima de
    só aplicar as melhores idéias.

    Pessoas que mostrem sua face de parceiros legais.
    Sem se mostrarem superiores nem inferiores
    Mas… iguais.Precisa-se de pessoas ávidas por aprender
    e que se orgulhem de absorver o novo.

    Pessoas de coragem para abrir caminhos, Enfrentar desafios,
    criar soluções, correr riscos calculados. Sem medo de errar.Precisa-se de pessoas que construam suas equipes
    e se integrem nelas. Que não tomem para si o poder, mas saibam compartilhá-lo.

    Pessoas que não se empolguem com seu próprio brilho
    Mas com o brilho do resultado alcançado em conjunto.
    Precisa-se de pessoas que enxerguem as árvores.
    Mas também prestem atenção nas magias das florestas.

    Que tenham percepção de todo e da parte.
    Seres humanos justos, que inspirem confiança e
    demonstrem confiança nos parceiros. Estimulando-os, energizando-os, sem receio que lhe façam sombra e sim orgulhando-se deles.

    Precisa-se de pessoas que criem em torno de si um ambiente de entusiasmo De liberdade, de responsabilidade, de determinação, De respeito e de amizade. Precisa-se de seres racionais.
    Tão racionais que compreendam que sua realização pessoal,
    Está atrelada à vazão de suas emoções.
    É na emoção que encontramos a razão de viver.
    Precisa-se de gente que saiba administrar
    COISAS e liderar PESSOAS.

    Precisa-se urgentemente de um novo ser.

    ISAC LIBERMAN

    Bom dia!!

  7. Pe. Custodio Sá on 15 de maio de 2012 às 18:08

    Como é fácil julgar o ser humano. Certa vez Jesus disse:”não julgue as pessoas para não serde julgado.” Conheço Eugênio Marinho desde quando chegou em Serra Talhada, Terminou sua graduação em engenharia elétrica em Recife, casou-se com uma filha da nossa cidade, escolheu Serra Talhada, como sua nova pátria foi aqui, que ele construiu a sua família e sua empresa nesta cidade, para também se preocupar com os problemas sociais que tanto nos aflige. Todo homem tem ideais e merece ser respeitado. Eugênio, é um homem ético de principios morais e honesto. Mantém uma empresa aqui em nossa cidade, beneficiando 230 empregos diretos e chega a beneficiar 450 indiretos. Se essa empresa fosse instalada em Recife, esses empregos faltariam para nós? Que Deus abençoe a todos. Pe. Custodio

  8. Eugênio on 27 de maio de 2012 às 17:56

    O texto acima tem como finalidade, unicamente, mostrar as pessoas que por maior que sejam suas dificuldade elas podem melhorar suas vidas, sendo para isso indispensável acreditarem nelas mesmo ( UM VOTO EM MIM) e persistirem. Foi assim que eu consegui melhorar a minha e a de muitas pessoas, que chegando a empresa sem nenhuma qualificação, transformaram-se em diretor, gerentes, gestores, eletrotécnicos, técnicos de segurança, encarregados, eletricistas, etc. Acredito que assim tenho contribuído, há vinte e dois anos, para o desenvolvimento de Serra talhada. Alguns deles cresceram tanto que a empresa ficou pequena para eles, e hoje trabalham em empresas de engenharia maiores, como: Odebreche; OAS; Queiroz Galvão e Multinacionais localizadas em Suape. Outros se tornaram autônomos e se destacam na prestação de serviços. Me tornei amigos deles e fico contente ao ver que os mesmos reconhecem que as suas passagens pela Referencial Engenharia foi essencial para a conquista do espaço que eles merecidamente alcançaram, por acreditarem e persistirem.
    Não pretendo viver da política, vivo do meu próprio esforço desde os dezesseis anos e assim pretendo continuar até o fim da minha vida. Olhando para dentro dos limites da minha vida particular, não me falta nada, graças a Deus, sempre acreditei no trabalho e sempre persisti contra as adversidades, que acreditem existem para todos. Procuro manter diariamente uma agenda produtiva, me relacionando com as pessoas que fazem parte dela, sempre de forma respeitosa e coerente com as exigências do mercado, que em última análise reflete o desejo de todos nós.
    Com a chegada do meu filho a empresa, dividindo o trabalho comigo, decidi dispor de parte do meu tempo para tentar influenciar as decisões políticas de nossa cidade, pois são elas que afetam diretamente a qualidade de vida de todos nós. É muito pouco se estar bem apenas nos limites de nossa casa ou de nossa empresa. É muito triste observar que outros países, por fazerem a gestão dos recursos públicos de forma eficiente, diferente do Brasil, conseguiram derrubar os muros das casas de seus habitantes e garantir a todos uma vida em coletividade decente.
    Todos os recursos que podem fazer esta mudança são geridos pela política e como somos obrigados a assistir todos os dias são desviados por uma minoria de oportunistas, que se valem deles para agregarem a suas vidas particulares o que não conseguiram através de suas atividades privadas.
    A mais recente da grande mídia, é o caso Cachoeira, que ao silenciar diante das evidências do desvio de milhões, os mesmos que faltam a educação, a saúde e a segurança, nos obriga também a silenciarmos diante da acusação, pelo mundo civilizado, de não sermos um país sério, pois diante da abundância de casos de corrupção, nossa consciência grita tão forte dentro de nós, que fica difícil defender o contrário.
    Por fim, agradeço as manifestações de apoio e respeito as demais, principalmente, as que estiverem isentas de interesses escusos.
    De todas, a que o autor me conhece desde a minha chegada a Serra Talhada, é a do Pe. Custódio, fico feliz que sua percepção ao meu respeito seja esta.

    Eugênio Marinho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *